quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Nunca mais use datas!
Os sentimentos não pertencem ao tempo
As sensações não cabem nas horas  que passaram ou que virão
O próprio corpo só sabe fluir
Pois não se conta vontade
Não se mede  amor ou coragem
Não tente supor quando os terá em quantidade suficiente
Também por isso não calcule o tempo do sim ou do não
Tudo é perdoável embora o esquecimento não seja um dom de cura e sim de cegueira
Para os sentidos estímulos, para os estímulos respostas e, para as respostas mais perguntas acompanhadas de mudanças e não de preconceitos.
Nunca mais tente datar escolhas, apenas sinta e tente receber com honestidade sua chegada.
Os aniversários deveriam ser acontecimentos que se renovam pelo gosto
e até isso deveria ser imprevisível.

Um comentário:

Vivo em Abundãncia disse...

Não teria como prever essa postagem - rsrs - :)