terça-feira, 30 de março de 2010

SONATA DE OUTONO
-era dia
mas eu, boba- sem -corte, de nada sabia-

Nenhum comentário: