sexta-feira, 5 de março de 2010

A medida que o tempo passa temos a tendência de nos acomodar ou incomodar.
Tenho sido esmagada por uma vontade muito louca de poder. Poder no sentido mais real da palavra...que não pode. A palavra sozinha não pode. A energia que ela me concede não pode ser liberada se ela só existe em mim, a maioria dos meus sonhos são coletivos. Sinto uma necessidade muito grande de ser paciente, mas é como um coração que pulsa a todo momento e se parar morre. Meus sonhos não morrem pq eu não deixo mas há quem os queira matar.

Um comentário:

Vivo em Abundãncia disse...

Ah se eu souber quem são... não sobra um em pé - rs

beijos!