domingo, 28 de fevereiro de 2010

Vi os meninos fincados a terra como raizes que procuram água na poeira
eu não podia roubar o calor debaixo de seus pés por mais que eu corresse, que ficasse.
Compartilhar a dor não me parecia suficiente, mas era um começo.
Nos olhos um frescor de quem acredita.
Se ao menos pudesse eternizar essa fé
ou se pelo menos tivesse o dom do esquecimento
Mas não! Eu não podia
Ter o dom do esquecimento equivale a perder o dom da experiência
(é ela que veste nossas almas e capacita nossos olhos)
eu quis acordar de vez
ou dormir pra sempre.

2 comentários:

Menina das Estrelas disse...

Nossa!!! Mar nos meus olhos...

Eliza Moreno disse...

desaguando nos meus.