sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Um dos documentos básicos das Nações Unidas, assinado em 1948, é a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Nela estão contidos os direitos que todos os seres humanos possuem, ou deveriam possuir. Acredito ser essa uma das provas concretas de que vivemos em uma era onde mais do que nunca toda declaração que diz respeito aos costumes de uma sociedade precisa ser feita através da escrita documentada, validada por um órgão internacional que tenha credibilidade, pois a palavra por si só não vale absolutamente nada. O ideal seria que somente ela fosse a garantia de autenticidade, no entanto, é utópico demais considerar uma hipótese ideal, se esta se trata de uma sociedade onde a palavra não prevalece, sobretudo, porque antes dela não existem atitudes capazes de sustentá-la. Sendo assim, um documento, qualquer que seja, pode representar apenas uma tentativa, uma busca pelo ato sem hábito.



São aproximadamente 61 anos de existência. Desde então, os avanços acontecem de forma lenta, como era de se esperar. O processo de adotar as normas da Declaração continua acontecendo nos níveis internacional e nacional. No entanto, seguem ocorrendo, em todos os países do mundo, lacunas flagrantes no que se refere à aplicação dos direitos humanos e não existe uma formal legal de punir aqueles que não cumprem os artigos.



São frequentes os abusos, a discriminação e a desigualdade, tendo em vista que surgiram novas formas de opressão e violência, devido a tantas disparidades econômicas e sociais.


A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um sonho de palavras bonitas e possíveis, ainda que venha a exigir de todos grandes esforços e resultados a longo prazo.Talvez seja esse seu verdadeiro mérito:representar antes de mais nada, a vontade de um grupo para a humanidade inteira.

Eliza Moreno

2 comentários:

Vivo em Abundãncia disse...

Eu e vc, já somos dois rs

Que ao menos essa tentativa utópica nos sirva para lembrar que somos iguais e quem sabe de tanto lembrar um dia realmente nos tornemos irmãos!

Bjs embaxatriz dos direitos humanos na Tijuca e Vila Isabel

Eliza Moreno disse...

hahahahah sabe que toh rindo né?