domingo, 2 de novembro de 2008


MEU ARCO-ÍRIS DE ALGODÃO
MINHA LOUCA ESTRELA TORTA
MEU MUNDO BOLHA DE SABÃO
MINHA CARRUAGEM SEM PORTA
MEU CÉU DE PAPELÃO
MEU CASTELO QUE DESBOTA
MEU BÊBADO CORAÇÃO
MINHA ALMA QUE NÃO VOLTA

Um comentário:

Rafael disse...

Meu coração de isopor
meu corpo de papel
minha alma que encontrando a sua vai ao céu!